Planos

Os planos de saúde da UNISAÚDE são propostos exclusivamente às pessoas jurídicas associadas à Associação comercial, Industrial, Serviços e Agropecuária de Marau - ACIM.

Dúvidas

O que é a UNISAÚDE?

1 - O que é a UNISAÚDE?

Ler +
Qual o órgão de regulamentação dos planos de saúde?

2 - Qual o órgão de regulamentação dos planos de saúde?

Ler +
Em caso de extravio do Cartão ou estiver vencido, o que devo fazer?

3 - Em caso de extravio do Cartão ou estiver vencido, o que devo fazer?

Ler +

Reajustes de Planos Coletivos

Informativos

Resultado IDSS 2018 (Ano Base 2017)

Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS 2018 (ano-base 2017)A Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, divulgou no dia 16/09/2019 os resultados do Programa de Qualificação das Operadoras. Esta inciativa tem por finalidade estimular a qualidade dos planos de saúde. A nota do Programa de Qualificação é apurada através do cálculo da média ponderada dos Índices de Desempenho das operadoras, composto 29 indicadores distribuidos em quatro dimensões, sendo:Qualidade em Atenção à Saúde: avaliação do conjunto de ações em saúde que contribuem para o atendimento das necessidades de saúde dos beneficiários, com ênfase nas ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada;Garantia de Acesso: condições relacionadas à rede assistencial que possibilitam a garantia de acesso, abrangendo a oferta de rede de prestadores;Sustentabilidade no Mercado: monitoramento da sustentabilidade da operadora, considerando o equilíbrio econômico-financeiro, passando pela satisfação do beneficiário e compromissos com prestadores;Gestão de Processos e Regulação: essa dimensão afere o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto à ANS. Em geral, para o ano divulgado, 2017, o Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) foi de 0,7295, sendo 1,0 o valor máximo que pode ser atingido.   Para maiores detalhes, acesse na página da ANS.Programa de Qualificação de Operadoras

Ler +

Os Sinais do AVC06/09/2019

Os Sinais do AVC

 O AVC (Acidente Vascular Cerebral) é a principal causa de mortalidade no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, a causa é responsável por cerca de 100 mil mortes ao ano.Para alertar sobre a importância da prevenção, tratamento e reabilitação, foi implementado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o Dia Mundial do Combate ao AVC, comemorado no último 29 de outubro. A data reafirma a importância do socorro imediato para a redução nas chances de sequelas.De acordo com estudos, são 80 milhões de sobreviventes ao AVC e mais de 50 milhões vivem com alguma incapacidade permanente. Por isso, a importância de informações ao público leigo que pode reconhecer sinais do AVC através de quatro medidas simples, que seguem a abreviação “S.A.M.U” para fácil memorização:  Sorria – Peça para a pessoa dar um sorriso. Caso um dos lados da face, entorte ou paralise, é provável que seja um AVC.Abrace – Veja se a vítima consegue levantar os dois braços. Se um deles cair, trata-se de outro sintoma.Música – Incentive a pessoa a repetir uma frase de música. Não conseguir pronunciar corretamente também é uma indicação de AVC.Urgente – Caso tenha identificado alguns dos sintomas, ligue para o serviço de Urgência/Emergência mais próximo. Fonte: https://www.amib.org.br/noticia/nid/dia-mundial-do-combate-ao-avc-alerta-para-a-importancia-do-socorro-imediato/ 

Ler +

Setembro Amarelo 201906/09/2019

Setembro Amarelo 2019

10 de Setembro - Dia Mundial de Prevenção ao SuicídioDurante muitos anos, suicídio encontrava-se como uma das causas externas de mortalidade à sombra pelos elevados índices de homicídio e acidentes com veículos. Após levantamento dos índices de morte por suicídio e o crescente número, os dados se tornaram ainda mais alarmantes. Números apontam que são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e aproximadamente 1 milhão no mundo. Já é sabido que cerca de 96,8% das vítimas tinha algum transtorno mental, diagnosticado ou não, geralmente não tratado ou tratado de forma inadequada.A prevenção do suicídio é uma ação que precisa ser pensada durante todo o ano. Apesar do foco da campanha estar no mês de setembro, a conscientização não pode parar.Por este motivo, a identificação e avaliação do risco suicida são competências que dizem respeito a toda a rede de saúde, sendo fundamental que todos estejam capacitados para realizá-la, por se tratar de uma grande questão de saúde pública mundial.  Fatores de risco possíveis de se identificar:Transtornos mentais: Depressão, bipolaridade, uso de drogas lícitas ou ilícitas, esquizofrenia e transtorno de personalidade.Histórico Pessoal: Tentativa préviaIdeação Suicida: Comentários que demonstrem desespero, desesperança e desamparo. Atenção às expressões “Eu desejaria não ter nascido”, “eu preferia estar morto”, “caso não nos encontremos de novo”.Fatores estressores crônicos ou recentes: Eventos estressantes significativos como separação, perda de uma pessoa próxima, prejuízo econômico e social.Organizar detalhes e fazer despedidas: Comportamentos que sugiram uma preparação para o suicídio como bilhetes, mensagens, testamentos etc...Meios acessíveis para suicidar-se: Acesso à arma de fogo, locais elevados, medicamentos etc...Impulsividade: Ato motivado por eventos negativosEventos Adversos na Infância e na Adolescência: Maus tratos, abusos, uso de substâncias, falta de apoio social e afetivo.Motivos aparentes ou ocultos: Comentários como “acabar com a dor”, “encontrar descanso”, etc...Presença de outras doenças: Doenças crônicas como neoplasias. O Tema da campanha 2019 é: ‘Suicídio: informando para prevenir’.Maiores informações disponíveis no site https://www.setembroamarelo.com/Fonte: https://www.setembroamarelo.com/blog   

Ler +

Localização

Unisaúde Marau

Endereço:

Av. Júlio Borella, 1240, Marau-RS, 99150-000

Links

Central de Atendimento

Associação Unisaúde Marau

ANS

Endereço:

Av. Júlio Borella, 1240, Conj. 406, Centro, Marau-RS, CEP 99150-000

E-mails:

unisaude@unisaudemarau.com.br
atendimento@unisaudemarau.com.br

Telefone:

(54) 3342-8002

Fale Conosco

Ouvidoria